terça-feira, 10 de fevereiro de 2009

Ter ou não ter não é a questão.

Ter ou não ter um blog não é a questão. Isso é tolo se comparado a realidade de que um blog é QUASE como um compromisso (quem tem ojeriza ou trauma a palavra compromisso etnende como é terrível). Você decide ter, arruma ele com jeitinho pra ficar a sua cara e nem assim consegue o resultado esperado; pensa e repensa inúmeras vezes sobre o que colocar nele e o que realmente quer que os outros leiam (mesmo sabendo que muitos não vão entender); dedica horas de um esforço descomunal de seu intelecto para escrever um texto como ensinaram no ensino médio: Introdução, desenvolvimento e conclusão (era só isso? ahh...título antes de tudo); tenta colocar bom humor mesmo que não haja nenhum em algum dos dias que bem poderiam ser deletados da memória; tenta transmitir mensagem de carinho e harmonia quando as pitadas de sarcasmo e sede de um sanguezinho insistem em pincelar a página; enfim, eu resolvi tentar mais uma vez, sem grandes promessas de atualizações diárias cheias de sagacidade e inteligência dignas de um escritor de suspense porque de fato não sou!
O texto inicial sempre é chato e para os que acreditam no ditado "A primeira impressão é a que fica" eu alerto que leiam a segunda postagem antes de deletarem o endereço dos seus favoritos (se é que ele vai parar neste espaço VIP do seu computador).

Sobre/Vivendo foi escolhido como título pelo simples fato de que tudo é assim. Você sobrevive e fala sobre estar vivendo e como consegue essa proeza no caos do dia-a-dia, nãããão eu não me refiro a balas perdidas, esfaqueamentos, também a bem da verdade, mas sobrevivemos a perigos sacanas, escondidinhos no cotidiano, como: calor senegalês e uma previsão do tempo deprimente, água supostamente potável, bactérias que se proliferam em locais que até Deus duvida, vírus sedentos de causar danos (e ainda dizem que não são seres vivos!!!), claustrofobia em elevadores com manutenção suspeitíssima, trânsito caótico de uma cidade em que 10% dos motoristas realmente sabem dirigir (sim faço referência a minha cidade!); índices altíssimos de irritação frente ao maldito BBB (9 agora!) que nunca tem fim e conseguir não enfartar de ódio e nojo e evitar estrangular expectadores dessa MERDA que insistem em compartilhar com você fatos"importantíssimos"como: "Fulano beijou a fulana embaixo do edredom, óóó!!!"; ouvir o presidente brasileiro dizer (ó Cristo) em rede NACIONAL: "Estou rezando pelo companheiro OBAMA, porque ele tem um pepinaço na mão"; e se controlar para não tentar urgentemente se naturalizar argentino; que seja. Tentações homicidas e suicidas diárias, que enfrentamos corajosamente embora não vejamos sentido nenhum nisso.


Tirinha retirada do site: www.dotgospel.com/blog/o-mundo-e-um-tedio/

2 comentários:

JoaoFPR disse...

^^
Mais um blog, mais um feed, mais um artigo para ler.
Sorte a minha que não tenho muitos amigos.
Beijo e saudades.

Ju . disse...

só pra dizer que eu adooooro o jeito que tu escreve (siiiim, eu tenho INVEJA) e que tu já está nos favoritos (e não irá sair!!)